quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Juiz chama as garotas do "Big Brother " de gostosas

O Brasil muitas vezes é visto como um país em que nem a justiça é considerada séria. Somos o país do futebol e do samba! E isso não tem jeito! Até mesmo a Justiça `as vezes nos surpreende com o seu jeito irônico. Basta ver o que diz uma sentença do Segundo Juizado Especial Cível de Campos dos Goytacazes. O autor da ação, isto é, a pessoa que entrou com um pedido de justiça, teve problemas com o aparelho de TV que comprou em uma loja. A loja não quis devolver-lhe o dinheiro e nem trocar a TV para ele. Segue o que entre tantas coisas, disse o juiz Claudio Ferreira Rodrigues em sua sentença: " Na vida moderna, não há como negar que um aparelho televisor, presente na quase totalidade dos lares, é considerado bem essencial. 
Sem ele, como o autor poderia assistir as gostosas do Big Brother, ou o Jornal Nacional, ou um jogo do Americano x Macaé, ou principalmente jogo do Flamengo, do qual o autor se declarou torcedor?
Se o autor fosse torcedor do Fluminense ou do Vasco, não haveria a necessidade de haver televisor, já que para sofrer não se precisa de televisão."

Um comentário:

Flavio disse...

Uma marca italiana com um sentido de preconceito, quem sabe, até mesmo racismo,bem, isso é um pouco da Itália, do que pensam os italianos!!!
Um país que não serve de exemplo em quase nada para as outras nações mundiais, um país que não cresce economicamente, desorganizado, burocrático e que tem um Berlusconi!!!